Páginas

terça-feira, 23 de julho de 2013

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

...

Ainda digerindo os fatos.
Linha após linha, alguns rumos parecem se traçar por si só.
E então como em um sonho nebuloso...
Perdem-se todos os fios.

Sua dor me comove.
As sujeiras escondidas me afetam.
Não pense que eu não sei.
Não pense que eu não ouço.
Ainda não posso.
Mas eu vou.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

. Tic-tac

Tic-tac. O tempo vai passando.
Tic-tac.
Tic-tac.
Eu vejo o meu antigo eu em cada atitude deles.
Entendo todos seus passos.
Então me divido em duas forças contrárias.
A razão dos homens ou a compreensão dos deuses?
Transitando pelos dois mundos fica muito fácil se perder.
Ah, a felicidade do saber.
Ah, a amargura do saber.
Uma vez conhecida não há volta.
Não existe saída de emergência, nem CTRL+Z.
Uma vez que você escolheu a verdade, esqueça, o seu mundo de mentira não vai mais voltar.

. thought

São muitos códigos.
São muitas informações.
E eu simplesmente não consigo decifrar todas elas.
Voltando ao estágio 1 da brincadeira. É sempre assim depois de um período de calmaria.
Elas me puxam, me arrastam, me carregam. Precisam me dizer que eu preciso me lembrar.
Precisam me dizer que eu tenho algo maior a fazer.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

. Pequeno grande mundo

E no meio do caos mundano, das reclamações de vários, dos sentimentos de outros tantos mil,
das confusões e das vivências...
Eu sento e observo.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013